A bolha fundamentalista

agosto 28, 2020

A bolha fundamentalista da qual fazem parte muitos que se dizem cristãos do Brasil é assim: todos dentro desta bolha fingem que são santos e todos dentro da bolha fingem acreditar mutuamente na santidade uns dos outros. Quando a sujeira embaixo do tapete se torna uma montanha de merda impossível de esconder, eles logo dizem: “fulano nos enganou”, como fez a ministra Damares Alves sobre a Flordelis.

Quem acompanha, mesmo de longe o submundo gospel, sabe como é. Isso já aconteceu antes e continuará acontecendo. Quando um dos que eram considerados santos cai em desgraça, logo os demais tentam se descolar dele como se nada tivessem com aquilo. E contam com a falta de memória das ovelhas incautas, para continuar com seu teatrinho. Muitas vezes a amnésia é fingida, todos sabem mas ninguém mais fala no assunto.

Não, Damares. Você não foi enganada como diz, pois é escolha de todos na sua bolha esta idolatria mútua. Vocês escolhem este fingimento e o culto das aparências enquanto escondem a sujeira interior. Escolhem caiar o sepulcro e manter toda a imundície lá dentro, intocada, enquanto fingem santidade. Jesus já falou sobre vocês e só pessoas mantidas na ignorância e sem nada saber do evangelho, acreditam nessa conversa.

Parem de fingir, parem de mentir. Ou façam como sempre e apliquem uma nova demão de cal no sepulcro, enquanto esperam o escândalo de mais uma celebridade gospel caída em desgraça, passar. Quando uma celebridade da bolha cai, aparece outra no lugar, uma outra história mirabolante qualquer, e as ovelhas seguem como se nada tivessem aprendido ou percebido.

O evangelho os descreve com todas as letras. Vocês escolhem mentir uns aos outros, mas não conseguem enganar a todos. Prosseguem nessa ciranda de auto engano mútuo, quando na verdade estão dançando sobre as brasas do inferno. E quem brinca com fogo, sempre acaba se queimando.


Flordelis ou Flordomal?

agosto 26, 2020

Os dois vídeos do Caio Fábio resumem toda a história da Flordelis e sua indústria de adoções terminada em tragédia.

Não era um lar e muito menos uma família, e sim uma casa de horrores. E deve ter muito mais sujeira embaixo desse tapete.