Carta a um ex-pastor

Prezado Josimar,

Tomei conhecimento da sua história de ex-pastor, pela Internet. Apesar de não nos conhecermos, seu relato me chamou a atenção. E acompanhando os comentários que estão sendo feitos a respeito, resolvi escrever. Mas não se preocupe, porque minha intenção não é a de participar da sessão de apedrejamento dos crentes contra a sua pessoa.

Primeiro, gostaria de dizer a você, que eu fiz o caminho inverso ao seu. Conheço todos esses filósofos aos quais você se refere na sua carta com tanto deslumbramento. Conheço Nietzsche em profundidade, li todos os livros dele, tenho todos, e gosto de reler. E mesmo assim, faz cinco anos que deixei de me considerar ateísta. Sou cristã, e não deixei de aceitar os fatos científicos como fatos, por causa disso. E considero Richard Dawkins excelente quando o assunto é biologia e evolução, mas um verdadeiro desastre quando resolve falar em religião ou Deus. Nisso, ele é muito fraco, raso mesmo, e parcial. Assim como boa parte dos crentes, quando se mete a falar de evolução, se tornam ridículos, por pura falta de conhecimento de causa.

O que me chamou mais a atenção no seu caso, é que aparentemente você passou de pastor de uma denominação evangélica que é conhecida pelo fundamentalismo, ao outro extremo, tendo agora, até um cargo na Liga Humanista Secular. Não julgo sua decisão de ter deixado a IPB, mas na minha opinião, parece que você deixou a religião, mas a religião não saiu de dentro de você. E na minha opinião, o seu estado atual, é mais complicado do que o anterior. Não por ter abandonado a fé que você mesmo disse ter professado com tanta devoção e sinceridade; e sim, porque diz ter abandonado, mas continua com o mesmo pensamento religioso, mas agora dirigido ao outro extremo. Tome cuidado para não se deixar fanatizar, agora, pelo extremo oposto.

Eu conheço ateus fanáticos, que tratam o ateísmo como religião, pregam a respeito do ateísmo, querem converter pessoas ao ateísmo, exatamente como os religiosos que tanto criticam. Não são todos, mas eles existem, e são tão agressivos quanto qualquer fanático. São religiosos, sem Deus, mas religiosos como qualquer outro. Têm alma fundamentalista do mesmo jeito, com a diferença de não serem teístas, só. E ficaria triste em ver você, ferido pela religiosidade e o fundamentalismo evangélico, entrando agora por esse caminho, que não é de liberdade verdadeira. Parece ser um movimento em direção à liberdade, mas não é. Porque da posição onde você está agora, é possível, se seguir adiante com suas reflexões, encontrar uma posição mais equilibrada, longe dos extremos tanto de um lado quanto do outro, sem se deixar levar por paixões, pelo desgosto, decepção ou pelo deslumbramento, coisas que obscurecem o senso crítico. E encontrar uma forma de viver a fé, mais equilibrada. Falo por experiência própria.

Não se deixe levar tão rapidamente assim, a esse outro extremo, que é tão ruim quanto o extremo do qual você saiu.

Grande abraço,

Andrea

Pastor presbiteriano perde a fé, deixa o ministério e é perseguido no Paraná

4 respostas para Carta a um ex-pastor

  1. Josimar Alvaro dos Santos disse:

    Olá Andre

    Agradeço pela preocupação e carinho. São poucos os religiosos que se dirigem a mim com tanto respeito.
    Quanto ao fanatismo, não se preocupe. A Liga não é uma religião, ela existe para que ateus e agnósticos cumpram seu papel social na sociedade. Ateus e agnósticos são alienadas e desinteressadas quanto aos problemas políticos e sociais.

    Minha decisão se deu mais pelo conhecimento bíblico e teológico do que pelo conhecimento filosófico.
    A filosofia tem me ajudado a reorganizar meus pensamentos.

    Abraço

    • Andrea disse:

      Oi Josimar,

      Conheço a Liga. Como falei, eu mesma já fui ateísta, fiz o caminho oposto ao seu. E conheço tbm ateus que vivem o ateísmo como religião, militam por essa causa, e de forma bastante agressiva por sinal. Sei que esses, são iguais a crentes fanáticos, e se comportam da mesma forma. Fico feliz em saber que você está reorganizando seus pensamentos, e deixo todo o meu apoio para que continue sua busca por respostas, longe do fanatismo, do dogmatismo, do extremismo e de outros “ismos” que só existem para categorizar e separar as pessoas. Ok?

      Um abraço,

      Andrea

  2. Junior disse:

    Quem busca resposta pela letra, não acaba bem, mas quem busca pelo próprio Espírito Santo recebe vida e com abundância e uma alegria que nada nesta terra se pode comparar.
    O Espírito Santo te dá as respostas para que viva em verdade e vida com Deus por Jesus Cristo.
    Muitos esquecem que essa vida é passageira, e lutam por questões passageiras.
    Nenhum homem mortal pode ou poderá sondar os intentos de Deus.

    • Albiran disse:

      Tenho a mesma experiência do Josimar…formado em teologia, pastor de uma igreja batista com mil membros por dez anos.Hoje ,depois de 5 anos de abandono completo da fé cristã, ainda que o seu início se deu já no seminário.Reestruturei minha vida financeira passando em um concurso federal e hoje tenho uma vida tranquila.
      No quesito espiritual, encaro a minha mudança com algo natural, sereno, fruto da minha evolução intelectual e moral e no que tange à repercussão no meio cristão/evangélico, não fiz da minha incredulidade uma nova religião, persuadindo as pessoas e procurando adeptos (…pois isso é uma questão de iluminação…rsrs) nem procuro disseminar minhas ideias pra esse publico, apenas àqueles que me procuram com crise de identidade religiosa, a esses, eu despejo toda minha fúria de convicção do que acredito na atualidade. (…sorrindo…).

      A quem interessar saber os mares em que navego hoje, meu Whatsapp (82) 99646.5246

      Albiran

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: