Questão de interpretação

É engraçado isso. Mas já percebi, que quando leio textos que o povo da ala calvinista extrema escreve, supostamente visando rebater alguma coisa que o Ricardo Gondim tenha escrito a respeito de Deus, a interpretação que eles fazem, é totalmente diversa da minha. Quando leio as respostas deles, fico com aquela impressão de que ou eles não entenderam, ou estão distorcendo de forma proposital o que foi dito, sabe-se lá com qual objetivo. Ou que estão lendo outro Gondim que não é o Ricardo. Alguém mais tem essa impressão? Tem momentos que chego a rir com as réplicas deles, pensando: como que pode os caras lerem desse jeito, tão diferente da forma como eu leio, um mesmo texto, escrito por uma mesma pessoa?

Será que é má vontade desse pessoal, que já lê tudo que vem dele, com maus olhos? Pra mim, os textos do Gondim não parecem confusos, nem difíceis de entender, nem parecem coisas vindas de alguém que está perdendo, ou já perdeu a fé.

Será que o dogmatismo pode condicionar a leitura, e a capacidade de interpretação de textos de uma pessoa? Ou é só maldade mesmo?

3 respostas para Questão de interpretação

  1. Oi Andrea.

    Acho que isso é sintoma de uma pessoa que tem dificuldade de respeitar os pensamentos de um irmão, assuntos que geralmente não são tão complexos ganham contornos de debates internacionais.
    Veja como os parlamentares tratam sobre direitos civis por exemplo, da vontade de ir lá sacudir todo mundo pra ver se eles acordam, pois nesse meio sono-generoso financeiramente- só estão tratando dos próprios negócios.
    Leitura preconceituosa de muita gente. Desde de quando não se pode ter opnião diferente até mesmo de um autor que você gosta.
    Se não agradar vamos atacar com uma teologia bem teorica e protegido em nossos ministérios escondendo nossos medos… assim eles parecem fortes

    Hilton Ribeiro

    • Andrea disse:

      O pior é ver esse tipo de pessoa proibindo ou recomendando que outras não leiam o que o Gondim escreve. É como se reconhecessem que suas ovelhas não sabem pensar sozinhas, se colocam no papel de “interpretadores” e “selecionadores” de conteúdo, quando deviam incentivar o crescimento e o raciocínio das pessoas. Talvez seja do interesse deles mesmos, que elas permaneçam assim, infantilizadas.

  2. Andrea disse:

    A questão com relação ao vídeo onde o Ricardo Gondim, supostamente (e supostamente, porque ele só faz isso na cabeça dos caras que, como fariseus, patrulham tudo que ele diz e faz), nega a volta de Cristo, é sintomática. Eu, assistindo, e já tendo lido J. Moltmann, entendi de forma totalmente diferente o que foi dito. A maioria dos crentes, jamais leu nem nunca vai ler Moltmann, e os senhores “apologistas” usam essa ignorância do público geral dos seus blogs, como arma. Lamentável.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: