The first Paul – Marcus J. Borg & John D. Crossan

Descrição: Paulo perde apenas para Jesus como pessoa mais importante no nascimento do cristianismo, e continua a ser uma figura controversa, mesmo entre os cristãos. Como é possível que as cartas de Paulo sejam usadas tanto para inspirar graça radical e endorsar sistemas opressivos – apologia à escravidão, submissão das mulheres, condenação do comportamento homossexual? Borg e Crossam usam o que há de melhor nas pesquisas bíblicas e históricas para explicar as razões pelas quais Paulo tem essa reputação ambígua e nos revelam o que os acadêmicos já sabem há décadas: que as últimas cartas de Paulo foram criadas pela igreja primitiva para diluir a mensagem igualitária de Paulo e transformá-lo em uma figura mais “aceitável”. Eles argumentam que existem “três Paulos” no Novo Testamento: o “Paulo radical” (autor das sete cartas que são consideradas genuínas), o “Paulo conservador” (o das três epístolas cuja autoria ainda é motivo de disputas), e o “Paulo reacionário” (o das três epístolas que são consideradas como não sendo de autoria dele). Examinando de perto essa progressão nas cartas de Paulo – das autênticas às falsas – os autores mostram como o apóstolo foi lentamente, mas com firmeza, “desradicalizado” para se adequar às normas sociais romanas, no que diz respeito à escravidão, patriarcado, e patronato. Na verdade, Paulo era um apóstolo apaixonado de Jesus, cujas visões da vida “em Cristo” – uma das suas frases favoritas – é marcadamente fiel à mensagem do próprio Jesus.

The first Paul: reclaiming the radical vision behind the church’s conservative icon – Marcus J. Borg & John D. Crossan

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: