Um judeu marginal: repensando o Jesus histórico – John P. Meier

Um judeu marginal: repensando o Jesus histórico

Volume 1: As raízes do problema e da pessoa

Apresentação

Usando todos os conhecimentos atuais, a presente obra examina a história de Jesus, com o máximo rigor científico e com um grande esforço no sentido da objetividade. O “Jesus histórico” é um tema que permanece atual. Em nossos dias, talvez mais do que nunca, é do interesse dos pesquisadores e causa grandes discussões que, com frequência, chegam à opinião pública, sobretudo nos Estados Unidos. Meier conhece muito bem essas controvérsias, porém, opta, de forma acertada, mais do que discutir outras opiniões, por examinar de forma crítica e detalhada todos os dados que possuímos.

O livro tem, entre outros, o mérito de estar escrito de forma ágil e fluida, apesar de seu caráter técnico, de forma que se torna acessível a um leitor interessado e de certo grau de cultura. Cada capítulo vem acompanhado de abundantes  notas técnicas, que podem interessar especialmente os especialistas ou àqueles que desejem informações suplementares. Este primeiro volume trata questões, de certo modo, introdutórias, porém decisivas para aprofundar posteriormente na mensagem e atuação de Jesus no decurso de sua vida.  São investigadas aqui as fontes históricas ao nosso alcance (com um estudo a respeito do valor dos apócrifos); se estabelecem critérios de historicidade; são abordadas as origens históricas de Jesus (lugar de nascimento, família, irmãos, educação, situação social e econômica etc). É palpável o esforço de honestidade, por basear-se exclusivamente em argumentos e provas históricas, à margem de todo pressuposto ideológico ou condicionamento vital. A objetividade pura na investigação histórica é um ideal inalcançável – mais ainda quando o que está em jogo é um tema que interpela pessoalmente  e influi culturalmente – porém, não há dúvida de que o esforço de Meier revela sentido científico e contribui ao diálogo sobre uma questão tantas vezes discutida de forma apaixonada.

Assim se explica que nosso autor, diferente de outros estudiosos atuais, apenas recorra à sociologia e à antropologia cultural, porque congregam modelos interpretativos. Meier assume uma opção muito discutível, porém, conhece bem aqueles que usam as ciências sociais em seus estudos sobre Jesus, como pode ser visto nas numerosas notas.

Este primeiro volume não entra ainda no coração da investigação histórica sobre Jesus, porém é uma preparação necessária e, além disso, toca em alguns dos temas mais controversos e sensíveis. Os diversos pontos que são estudados, tanto neste primeiro volume como nos seguintes, constituem em si mesmos magníficas monografias bíblicas, bem feitas e atualizadas, extremamente úteis. Por seu tom ponderado, pelo rigor analítico e pela forma abrangente com que trata o assunto, o livro de Meier está destinado a ser um ponto de referência por muito tempo, na investigação histórica sobre Jesus.

Rafael Aguirre
Decano da Faculdade de Teologia
Universidad de Deusto
Bilbao, 10 de junho de 1997

Anúncios

Uma resposta para Um judeu marginal: repensando o Jesus histórico – John P. Meier

  1. Paulo Roberto Bento disse:

    descobri ( John.P MEIER ) EM UNS DOs PROGRAMA DO (Jo Soares ) ai fui pra compras dos volumes com certeza nao e leitura p/ ceticos primitivo de nenhuma geracao fiz e estou fazendo novos leitores desse ( best seller )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: