Religião e ciência coexistem na teoria evolucionista

por Zhengzheng Pan

O estereótipo cristão tem por muito tempo, como uma de suas palavras-chave, o ser anti-ciência (teoria evolucionista em particular) ou estúpido. É óbvio porque a batalha entre religião e ciência retratada na cultura pop e na crença comum parece plausível; a história dos seis dias de Gênesis contra a teoria física dos 14 bilhões de anos, levanta uma bandeira vermelha imediatamente. E enquanto os cientistas têm seus experimentos replicáveis, métodos mensuráveis e resultados observáveis, teólogos passam longe desse tipo de fatos científicos e evidências. Entretanto, há muitos fatos sólidos e testáveis sobre ciência e religião/Cristianismo, que você pode não saber.

Francis Collins, diretor do National Institute of Health, é um médico e geneticista prestigiado. Ele é mais conhecido pela liderança do Projeto Genoma Humano e descobertas sobre doenças genéticas.  Descrito pela Endocrine Society como “um dos cientistas mais talentosos da atualidade”, Francis Collins é também cristão, um cristão por opção e um cristão que leva sua fé a sério. Na verdade, ele é um cristão que fornece evidências para a teoria evolucionista.

Não vou dar um palpite aleatório ou escolher alguns números no Google para mostrar quantos cristãos não vêem Darwin como inimigo, porque não foi essa a razão pela qual escrevi esse artigo. Francis Collins disse em uma entrevista: “eu atualmente não creio que haja qualquer oposição entre o que acredito como cristão e o que sei e tenho aprendido como cientista.” Mas muitos não são assim. Um premiado professor de Química que é também um cristão sincero, disse num encontro que ele se sentia como se estivsesse vivendo uma “vida dupla”. É por isso que estou escrevendo esse artigo. Eu jamais neguei a existência de barreiras entre religião e ciência, nem quero ver isso como se fosse um campo de batalha.

Alguns temem que a ciência seja ofensiva a Deus. A bíblia diz “ame a Deus com toda a sua mente.” Se fomos abençoados com um cerébro que pode pensar, racionalizar, questionar e explorar, é um dom dado por Deus. Por que não usar? Um artesão não vai achar ofensivo usar seu talento manual para fabricar uma prateleira. Então por que é ofensivo usar a mente para conduzir pesquisa científica? Somos gente, e não fantoches – isso não é demais?Além disso, ciência não é somente equações matemáticas, tubos, DNA e coisas como essas. Quando um artesão fabrica uma prateleira, há ciência nisso. Experimentamos a ciência de tantas maneiras que podemos nem sempre estar cientes disso.

As primeiras universidades no Leste Europeu foram abertas sob a direção da igreja católica. Nicolau Copérnico, Sir Francis Bacon e Johannes Kleper foram alguns dos cientistas pioneiros que desenvolveram a base da moderna astronomia, filosofia e do método científico em geral. Eles eram todos cristãos. Galileu Galilei, amplamente conhecido por seu conflito com a igreja católica, defendeu a bíblia  enquanto ensinava suas aparentemente contraditórias conclusões. Atualmente na Europa, Estados Unidos e em todo o mundo, há muitas universidades administradas por várias igrejas e os pesquisadores dessas universidades estão continuamente contribuindo com a comunidade científica. Há vários brilhantes cientistas ateus na comunidade também. O ponto é que o relacionamento entre ciência e religião, cristã ou não, não tem que ser, ou pode não ser como a maioria percebe.

Voltando à questão da odiava evolução contra o criacionismo: quando escrevo um software um faço um bolo, sigo passos para realizar isso. Os segmentos de códigos são reunidos e realizam o grande projeto que eu pretendia quando comecei. A farinha e os ovos formam uma massa que em seguida se transforma num bolo. Este é o processo que escolhi seguir para fazer o bolo. Então, se Deus decidiu usar o processo evolucionário como o mecanismo para alcançar o que pretendia, quem vai dizer “Não”?

Religion and science coexist in evolutionary theory – Zhengzheng Pan

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: