Sobre a perfeição

Está na moda hoje usar a frase: PROIBIDO PESSOAS PERFEITAS.

O que é perfeição? Segundo a Wikipédia:

Perfeição (do latim perfectione) caracteriza um ser ou objeto ideal que reúne todas as qualidades e não tem nenhum defeito. Designa uma circunstância que não possa ser melhorada ainda mais.

Portanto, uma pessoa perfeita, seria aquela que não possui mais nada a melhorar, nenhum defeito, nenhum erro. Ela nunca comete erros, nunca precisa pedir desculpas, nem se corrigir. Ou seja, não existe essa pessoa perfeita! O que existem são pessoas que SE ACHAM perfeitas e por isso, desprezam os outros. Isso é extremamente comum no meio religioso. Entre os evangélicos, é crônico. Sempre tem alguém que se acha “o santo” por seguir um punhado de regras impostas a ele pela “igreja”, e não se mistura com “pecadores”.

Mas um pouquinho de sinceridade e se olhar no espelho, bastaria para curá-las dessa soberba toda.

Não que eu o tenha já recebido ou tenha já obtido a perfeição; mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus. Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão,   prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. Filipenses 3:12 -14.

A única forma de seguir buscando a perfeição, é diminuir, e deixar Ele crescer. E não, não é Ele que aumenta ou diminui, mas nós que permitimos que ocupe espaços progressivamente maiores.

Na próxima vez que você estiver pensando em “disciplinar” e punir um irmão, discriminá-lo, humilhá-lo publicamente diante da “igreja” (ou quaisquer outras formas de impor o que você considera “sua” autoridade, por ser incapaz de exercê-la, a não ser que seja pela força e pela humilhação dos demais), porque acha que ele não está se encaixando no SEU padrão com a velocidade que VOCÊ gostaria, lembre-se de que, apesar de você não ser capaz de ver, DEUS está trabalhando. Quem sabe assim você desce do seu pedestal de professor de moral, desce da sua torre de dono da verdade, e tenta amar aquela pessoa, como alguém que Deus ama e que segue tentando avançar no caminho da perfeição, no qual VOCÊ também está seguindo. Deus tem seu próprio tempo, criatividade e seus próprios métodos para lidar com cada um de nós, e Ele não faz absolutamente nada sem AMOR e MISERICÓRDIA.

Amor condicionado ao desempenho, e falta de misericórdia pelo próximo, são características nossas, não dEle.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: