Lineu e a água que virava sangue

Certa vez, começaram a chegar à Real Academia de Ciências, vários relatos de lugares onde a água estaria se transformando em sangue. Lineu, o famoso naturalista, investigou o caso e concluiu que a causa do fenômeno era natural, e que a água não tinha realmente se transformado em sangue. Os causadores da mudança da cor da água eram densas massas de insetos… O prelado luterano se revoltou com aquela declaração, e denunciou a explicação científica dada por Lineu, como artimanha de Satanás. O prelado afirmou: “a transformação da água em sangue não é natural, e quando Deus opera um milagre, Satanás opera para transformá-lo em coisa insignificante.”

Os cientistas de hoje não podem reclamar de suas condições de trabalho… Lineu, Darwin, Descartes, Newton, Giordano Bruno, Galileu, e outros, tiveram que fazer ciência em épocas onde teorias científicas eram vistas como “artimanhhas de Satanás” para diminuir os milagres de Deus, e onde o livro de Gênesis era interpretado de forma literal como a verdade absoluta… e os caras que defendiam essa idéia não pensavam duas vezes antes de perseguir, torturar e matar as pessoas que estivessem colaborando com as supostas “artimanhas de Satanás”. No fundo, no fundo, era apenas medo de perder o poder que tinham sobre as pessoas.

Com o desenvolvimento científico, a arca de Noé foi ficando cada vez menor para abrigar todas as espécies de animais do planeta… e é difícil de acreditar que ainda hoje, em pleno século XXI, onde ainda estão se descobrindo novas espécies de seres vivos, até nas profundezas mais inatingíveis dos mares, haja pessoas que defendam a interpretação literal de relatos como o da arca de Noé… Difícil também de acreditar que haja pessoas que negam a antiguidade do planeta mesmo diante de evidências absolutamente claras.

Mais difícil ainda é acreditar que existem pessoas que, em pleno século XXI, pensam que teorias científicas são meras invenções da cabeça dos cientistas. Nunca ouviram falar em metodologia científica. Acusam a ciência de inventar teorias para explicar a natureza, como se ser cientista fosse simplesmente brincar de inventar teorias…

Mas vendo por essa ótica, a teologia está bem mais perto da ficção do que a ciência. Afinal, teólogos são homens falhos, que se dedicam a explicar e falar sobre Deus. Pode a mente humana, falha e limitada como é, racionalizar Deus, melhor do que racionalizar as coisas naturais? Difícil, não é?

Deus sempre acaba ficando parecido com o homem, e quase nunca fica parecido com Ele mesmo…

Anúncios

2 Responses to Lineu e a água que virava sangue

  1. Iracema disse:

    VC cre em alguma coisa?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: